Translate

segunda-feira, 10 de julho de 2017

SINA



SINA

Da Holanda foi uma doação,
foi pura Solidariedade,
não visava nenhuma retribuição.

Era um sistema de Energia Solar,
para que se pudesse haver
um minimo de Bem Estar,
poderia ser usado numa unidade Escolar,
como também para iluminar
numa Família o Jantar,
e também ajudar no Comercio,
para que houvesse um pouco de progresso,

Mas, não, tal sistema energético,
foi confiscado,
foi se apropriado,
foi sequestrado,
enfim, foi mesmo roubado.

E por quem, foi praticado toda essa vilania ????
Foi por aqueles, que por ironia da Historia,
são já há tempos, os maiores representantes
do sistema que os fez sofrentes.

E o Mundo vê calado e acuado,
amedrontado, na verdade acovardado,
todo esses tipos de desatinos que é praticado,
contra um Povo que a tempos esta subjugado.

Ah, Palestina, Palestina
até quando Tu carregaras
este fardo pesado desta Sina.

( 10/07/2017 )


domingo, 28 de maio de 2017

FORAGIDO



FORAGIDO

Já há algum tempo,o Bem – Te – Vi,
não vem cantar na minha janela,
era tão bom quando Ele vinha,
porque o dia ficava como a Primavera.

Bem – Te – Vi esta sumido,
agora, Ele é um Foragido,
mas, sei bem o motivo.

Essa cidade, não tem mais Colorido,
tudo aqui cada vez mais é desconhecido.

Houve uma grande Revelação Coletiva,
um misto de intransigência, ignorância,
preconceito e ideias incompreensivas.

Também queria ser um Foragido,
queria poder alçar assas,
e me refugiar na Mata Atlântica,
pra não ficar aturdido.

Claro que é um sonho acordado,
sonho irrealizado,
o momento é temerário,
porque agora cada vez mais
tem que se ficar despertado.

Mas quem sabe em algum momento,
Bem – Te – Vi, tenha compaixão,
e de novo vem cantar na minha janela,
pra , por um momento, me sentir na Primavera.


( 28/05/2017 )


terça-feira, 14 de março de 2017

CURUMIM ENCANTADO


CURUMIM ENCANTADO

Curumim Encantado,
você e os seus estão
por demais ameaçados,
o representado do seu
maior inimigo,
agora esta empossado.

Curumim Encantado,
a relva onde tu adormece
no Luar Amarelado,
cada vez mais te tornara
encurralado.

Curumim Encantado,
“ eles “ querem eliminar
tua Etnia,
sem que haja a minima
contra partida.

Curumim Encantado,
na tua inocência,
nem imagina
como sera a violência,
da caneta sem um minimo
de consciência.

Curumim Encantado,
aproveita a relva esverdeada,
e dorme sob o Luar Amarelado,
e sonha com a terra desanuviada.

( 14/03/2017 )

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

CANETADA

CANETADA

Numa só Canetada,
a “ bala de borracha “,
foi autorizada,
foi autorizada,
a “ bala de borracha “,
numa só canetada.

Se prepara,
Estudante, Professor, Sem Teto,
e quem mais Protestar,
“ eles “ , aqueles dementes,
agora sim , irão “ barbarizar “ .

Mas, sempre tem um mas,
não teve Canetada,
pro roubo da merenda,
pra corrupção metro ferroviária,
nem pela má administração
da água.
Não, pra isso não tem Canetada.

Numa só Canetada,
a “ bala de |borracha “
foi autorizada,
foi autorizada,
a “ bala de borracha “,
numa só canetada.


(17/01/2017 )

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

POR UM TRIZ



POR UM TRIZ


Naquela estação do metro,
que de longe Eu a vi,
confesso que tremi.

Não , não foi de emoção,
nem muito menos de tesão.
É que sinceramente
não queria a minima conversação.

Imaginei aquele papo enfadonho,
ouvindo loas por estar tudo demonho,
com aquele semblante de maroto risonho.

Mas foi por um triz,
nada de , de novo,
sangrar cicatriz.

O “ Tempo “ , esse piadista,
tem o prazer de mostrar
as coisas, feito um sofista.

Mas, tudo bem pra mim,
apesar de tudo,
virei um Poeta,
de mal traçadas linhas,
prefiro continuar falando
com “ Joaninhas “.

Foi por um triz,
é o risco que corro,
por , por hora,
ter que viver nesta cidade,
enfadonha,
com muita gente sem cerimonia.

( 24/01/2017 )



sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

FOLHETIM


FOLHETIM

Extra, Extra, Extra

Juiz com auxilio moradia,
determina desocupação.
de terreno ocupado,
por mais de 700 Famílias.

Não tá fácil, tanta incoerência,
é muita ordem sem consistência.

Tudo é feito a favor do Capital,
e tudo fica irracional.

Mas nesse Paradoxo País,
tudo tem justificativa,
principalmente com muita
ação repressiva.

( 20/01/2017 )






" Poesia é antônimo de censura "

Sara Meynard